sábado, 30 de maio de 2009

Tua Ausência

Anoiteceu dentro de mim,
e o luar não terá fim.

Bem que eu queria poder sorrir,
mas eu não sei fingir.
Bem que eu queria viver de amor,
e não morrer de amor por ti.

Escureceu, meu coração,
e no ar só há desolação.

Bem que eu queria recomeçar,
mas só existe um fim.
Bem que eu queria poder sonhar,
mas como vou mentir pra mim?

E, agora que aceitei minha sentença
de viver essa distância
e sofrer a tua ausência...

Bem me faria morrer de amor,
já que não vou viver pra ti.

[Thom Albuquerque]

Amor-paixão

Toda essa tristeza acumulada em meu peito...
Meu coração não suporta mais sofrer.
Dona dos desejos, meus desejos vão morrer de saudade,
quanta falta de você!

Ando louco, tonto, alucinado,
completamente apaixonado...
não consigo mais pensar em mim.

Ando de mãos-dadas com a saudade,
rezo à felicidade...
Quero meu bem sempre aqui!!!

[Thom Albuquerque]

Fakes

"Alguns amigos são verdadeiros, outros são porcos fofoqueiros...
como diferenciá-los? é fácil...
Confie neles e aguarde a decepção."

[Thom Albuquerque]

terça-feira, 12 de maio de 2009

Vítimas do sistema

Travam suas guerras em busca de poder,
liquidando inocentes.
Corrompendo a mente de gente descente
pra matar seus descendentes.

Vivem nas sombras de seus ancestrais
e matam nações pelos seus ideais.
O mundo agoniza o mesmo dilema:
morte, doença e miséria em cena.

Vítimas do sistema,
banidos do poder,
exilados do comando.

O mundo inteiro sofre consequências
da tirania de "um único louco".
Se milhões de mortes não são evidências,
espere até enterrarem o seu corpo,

o da sua família
e de todo o seu povo!

Vítimas do sistema,
banidos do poder,
exilados do comando.

[Thom Albuquerque]

sábado, 2 de maio de 2009

Ímpio à salvação.



Eu queria tanto que existisse um Deus,
e que fosse verdade todo esse folclore.
Que eu pudesse olhar pro alto e reclamar minha ânsia
com fé de que um dia obteria ajuda,

de um ser celestial,
de alguém supremo...

Queria poder me sentir protegido
da mesma forma que me sinto ameaçado.

Queria poder esperar a morte,
como uma libertação para a eternidade,
e não temê-la,
como um surto de inexistência.

Queria poder sonhar,
com esperanças de realizar.
Virar espírito de luz,
envez de carne apodrecida.

[Thom Albuquerque]

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Lamento compulsivo.

Sobre o meu corpo um cheiro de paixão.
Sob meus olhos secos, solidão.
Pela minha vida, um rastro de ilusão,
e um imenso vazio em minhas mãos.

Mas, o que dizer do amor,
se dele somos sombras?

Já não tenho segredos pra contar,
já não sinto vontade de matar
nenhum desejo, nenhuma obsessão.
Já não me importa mais meu coração.

Mas, o que dizer da dor,
se dela somos servos?

Nenhuma luz me guia,
nenhuma estrela me alumia.
Sou um pedaço de nada
em um nada absoluto.

Sou uma estrada esquecida
em direção a um abismo.
Sou um desastre, uma catástrofe.
Eu sou a escória do mundo.

[Thom Albuquerque]

Música [banalização 2000]

Eu, realmente, gostaria se todos tivessem a mesma visão que eu tenho sobre música... Não o mesmo gosto, apenas o mesmo censo do ridículo.
Eu me orgulho tanto da capacidade musical do brasileiro quanto me envergonho da sua incapacidade de enxergar o seu talento.
É assombroso ver a forma com que a mídia vem destruindo a reputação musical deste país. A mesma mídia, que nos presenteava com festivais com alto nível de musicalidade há algumas décadas, agora, nos ofende divulgando a vulgaridade de letras com rimas pobres que vêm desde o funk carioca ao Hip-Hop americano.
Aonde foram os fãs de Toquinho e Vinícius de Moraes? E os True-Headbangers, Fanático-alucinados, adéptos do mais puro Rock'n Roll? Por que seus filhos agora rebolam ao som de aparelhagens altomotivas e suas filhas exibem-se em trajes inacabados, como vadias procurando um traficante para bancar seus vícios???
Música é caráter. Não se pode banalizar uma arte tão bela!

[Thom Albuquerque]

Sobre como temos vivido...

"É crime tentar livrar os meus ouvidos da música ruim que assola o mundo? Tentar me satisfazer com um prato de comida apenas, é idiotice? Seria asneira tentar reerguer-me tombo após tombo se continuo apto a uma nova queda? Tentar enxergar da vida tão somente o que me é maravilhoso seria descaso para com os meus inúmeros problemas?
Veja só, você... A vida que eu escolhi...
Prefiro ir de encontro ao perigo. Prefiro me demitir do que ser demitido. Não quero vegetar num sofá, como um derrotado. Prefiro me viciar do que ser viciado."

[Thom Albuquerque]