sábado, 2 de maio de 2009

Ímpio à salvação.



Eu queria tanto que existisse um Deus,
e que fosse verdade todo esse folclore.
Que eu pudesse olhar pro alto e reclamar minha ânsia
com fé de que um dia obteria ajuda,

de um ser celestial,
de alguém supremo...

Queria poder me sentir protegido
da mesma forma que me sinto ameaçado.

Queria poder esperar a morte,
como uma libertação para a eternidade,
e não temê-la,
como um surto de inexistência.

Queria poder sonhar,
com esperanças de realizar.
Virar espírito de luz,
envez de carne apodrecida.

[Thom Albuquerque]

2 comentários:

Yan Murilo disse...

pow do caralho as letras Tom, pow vê se aparece cara ok !

Thom Albuquerque disse...

Hehe... Pode deixar!!
[é só comprar a cerva... hehe]

valeu o comentário.
abraço.