domingo, 16 de agosto de 2009

Corsário.

Meu coração tropical está coberto de neve, mas
Ferve em seu cofre gelado
E à voz vibra e a mão escreve: mar
Bendita lâmina grave que fere a parede e traz

As febres loucas e breves
Que mancham o silêncio e o cais
Roserais nova granada de espanha
Por você eu teu corsário preso
Vou partir na geleira azul da solidão
E buscar a mão do mar
Me arrastar até o mar procurar o mar

Mesmo que eu mande em garrafas
Mensagens por todo o mar
Meu coração tropical partirá esse gelo e irá
Com as garrafas de náufragos
E as rosas partindo o ar
Nova granada de espanha
E as rosas partindo o ar

[João Bosco e Aldir Blanc]

4 comentários:

Super disse...

Cara. Adooooro essa música.
e tem uma versão que o João canta junto com o Djavan que é uma loucura!
abraço.
muito bom gosto!

Thom Albuquerque disse...

João e Djavam....
tinha como não ficar bOm? rs

Anônimo disse...

Adooooooooro²
Flor.

Thom Albuquerque disse...

É~ Realmente essa música é muuito fodástica!