quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Meus beijos

Beijos,

esses meus beijos

que tanto te esperam...


Não aguentam mais

as torturas medievais

da saudade!


Hum, que gostoso te amar.

Mas, confesso,

esperar dói demais.

É paixão e dói.


Ferida aberta em meu peito,

um amor sem fim.

E não há nem viver

com você longe assim!


[Thom Albuquerque]


sábado, 6 de fevereiro de 2010

Imaginando-te.

Eu vejo teus lábios nas fotos
e imagino o gosto do teu beijo.
Vejo o teu pescoço e imagino
o sabor do teu cheiro.

Vejo teus olhos
mirados nas lentes do fotógrafo
e imagino nossos olhares cruzados.

Só imaginando-te tem vivido
meu coração acanhado...

Mas só vou cansar
quando eu puder imaginar
se o teu gemido suado
é verdadeiro ou encenado.

[Thom Abuquerque]