quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Por Jaynne.

Dominada pela ânsia, minha boca te deseja...
Percorrendo teu corpo em devaneios.
Tamanha aflição expressam minhas mãos.
Sonham atormentadas pela perfeição dos teus seios.

Os olhos que em mim te esperam
Estão fechados... Ądormecidos... Ącalentados...
O suór que em mim te aguarda
Está cansado... Enaltecido... Embreagado...

Minha vida é uma bola de sorvete
Esparramada no teu corpo...
Corrompida pelo teu gosto.

Ą solidão que me acompanha ferve,
dói na pele, é febre, é quase desamor.
É um desafeto tão incerto quanto os céus
E suas nuvens carregadas com toda essa imundície.

Eu sou o teu orvalho,
Qual a saliva que te banha,
Linda felina... Pequena Ąfrodite...
Eu sou a sombra dos teus passos.

Nenhum comentário: